Como localiza seu smartphone ou tablet perdido ou roubado


Além de estarem na mira dos ladrões, smartphones e tablets são dispositivos fáceis de serem esquecidos ou mesmo perdidos. A boa notícia é que, se alguma dessas situações acontecer, você pode contar com a ajuda de aplicativos para recuperar seus equipamentos.
É importante lembrar que, para o programa funcionar, seu gadget precisa estar ligado e conectado a alguma rede, como Wi-Fi e 3G (de preferência esta segunda, pois a área de cobertura é maior). E não tente recuperar sozinho um produto roubado: com sua localização em mãos, o melhor a fazer é chamar a polícia.
Buscar meu iPhone


Apesar do nome, esse aplicativo gratuito da Apple também permite encontrar dispositivos como o iPad e o iPod touch. Para utilizá-lo, é preciso ter um Apple ID, aquela mesma conta utilizada para funções como comprar aplicativos na App Store. O programa permite monitorar dispositivos pelo computador, no serviço iCloud, ou nos dispositivos da Apple (o que permite encontrar seu iPad a partir do seu iPhone, por exemplo).
Em nossos testes, o programa mandou bem na primeira localização, apontando exatamente a casa onde estava o celular procurado e até a posição na residência. Porém, logo depois mostrou mudanças de localização que não aconteceram, exibindo o aparelho na casa vizinha.
Com o aplicativo, o usuário pode bloquear remotamente o celular, ao acionar a opção Modo Perdido. Nesse caso, para desbloqueá-lo, é preciso inserir o código escolhido. E, em casos extremos, dá para apagar todo o conteúdo do equipamento remotamente. Porém, ao fazer isso, não é possível mais localizar o aparelho. Também envia mensagens personalizadas de alerta e e-mail com a localização do smartphone.
Grátis para iPhone
Android Lost


O aplicativo tem um recurso que permite camuflá-lo no celular, para que um ladrão não tente apagá-lo. Feita a instalação no smartphone, é só visitar o site www.androidlost.com (com layout feio, mas textos em português) e fazer o login – a partir daí, é possível dar comandos remotamente.
O usuário pode, por exemplo, tocar um alarme que dispara uma sirene de polícia e faz a tela do smartphone piscar. Também tem a ferramenta de localização, que mostra no mapa o endereço do dispositivo, utilizando o sistema de GPS ou a rede de dados disponível. Ao checar esse último item, obtivemos uma localização bem aproximada (cerca de 20 metros de erro), mas que apontava para o meio de uma mata (ele estava em uma casa).
O Android Lost apaga remotamente todo o conteúdo do cartão SD ou do smartphone, bloqueia o aparelho com um código, tira fotos de quem está usando o aparelho indevidamente e permite o envio de comandos também via SMS.
Grátis para Android
Prey Anti-Theft

Que tal tirar uma foto de quem está com o seu celular roubado, além de saber a localização do smartphone? Esses são alguns dos recursos do Prey Anti-Theft. Depois de instalado no equipamento, é preciso criar uma conta. Superada essa etapa, é possível buscar o aparelho visitando o site do serviço, que tem interface também em português (com alguns botões em inglês).
Nesse endereço, dá para programar o celular desaparecido para tocar um alarme ou mandar uma mensagem avisando que os movimentos daquele usuário estão sendo monitorados.
Nos teste feitos pelo UOL Tecnologia, ele teve um bom nível de precisão, errando por poucos metros o local exato onde estava o iPhone. E conseguiu capturar a imagem de quem estava com o dispositivo. Porém, o serviço exibiu mensagens de perda da localização em alguns momentos, mesmo com o Wi-Fi ligado, além de não enviar alguns alertas em texto.
A versão gratuita permite monitorar três equipamentos. Já a Home controla até dez dispositivos e custa US$ 15 (cerca de R$ 30) por mês.
Grátis para iPhone e Android
Lookout


Pacote de aplicativos que, em sua versão para Android, inclui ferramenta de combate a vírus, backup de dados e recurso de localização de dispositivos. Já o app para iOS não inclui o recurso de combate a pragas virtuais.
Criada uma conta no serviço online, é possível usar o computador para localizar o dispositivo perdido, com a exibição em um mapa, enviar mensagens de texto ou disparar um som de alarme, para facilitar na busca. Algumas funções, como bloqueio remoto ou a exclusão de dados do dispositivo, só funcionam no pacote Premium para Android (US$ 3, ou cerca de R$ 6, por mês).
Em nossos testes, na primeira tentativa, ele encontrou dois telefones posicionados um ao lado do outro. No entanto, disse que cada um estava em um lugar, com uma diferença de 10 metros. Já em um segundo teste, ele não identificou um dos aparelhos e pediu para tentarmos mais tarde – depois de cinco minutos, obteve sucesso.
A função que permite ligar para um iPhone via computador não funcionou em nenhuma de nossas tentativas.

Fonte: Uol – Noticias
Nossas notícias são retiradas na íntegra dos sites de nossos parceiros. Por esse motivo, não podemos alterar o conteúdo das mesmas até em casos de erros de digitação.

Um comentário:

  1. Ao navegar pela net encontrei o seu blog, não li muito,mas gostei do que vi e li,espero voltar mais algumas vezes,deu para ver a sua dedicação e sempre aprendemos ao ler blogs como o seu.
    Se me der a honra de visitar e ler algumas coisas no Peregrino e servo ficarei radiante, e se desejar deixe um comentário.
    Abraço fraterno.António.
    http://peregrinoeservoantoniobatalha.blogspot.pt/

    ResponderExcluir